Eleições 2008: Campanha em Cuiabá

Publicado por | 09/07/2008 | Sem categoria

Só Mendes implementa ritmo de campanha

Apenas o candidato do PR, empresário Mauro Mendes, colocou literalmente o bloco na rua para pedir votos
O candidato a prefeito Mauro Mendes (PR) segue na corrida sucessória da Capital, na prática, como o único postulante em franca campanha pela cidade. Enquanto os outros quatro candidatos exibem uma agenda pífia ou sem nenhum compromisso público de campanha, incluindo o prefeito Wilson Santos (PSDB), Mendes aproveita para ‘afiar’ o discurso de oposição. Ontem, ele cobrou um choque de gestão na Capital.

Uma agenda ‘morna’ entre os candidatos à prefeitura de Cuiabá chamava ontem a atenção, no terceiro dia após a deflagração oficial da campanha eleitoral de 2008. Na agenda divulgada pelos postulantes, até mesmo o corpo-a-corpo entre eleitores se dá de forma tímida, sem muitas aparições. O atual estado de ‘dormência’ entre as campanhas seria, na leitura de algumas pessoas do meio político, uma estratégia de centralização de fogo – e recursos – na reta final da campanha este ano.

Ontem, afora Mauro Mendes, os quatro demais candidatos não exibiam qualquer compromisso de campanha pelas ruas. O ex-deputado Walter Rabello chegou a se reunir com candidatos a vereador. O prefeito Wilson Santos (PSDB) seguia em viagem para fora do Estado. O deputado federal Valtenir Pereira (PSB), que ainda não se licenciou da Câmara Federal, participava ontem de sessão no Congresso, em Brasília. O quinto candidato, o procurador Mauro Cesar Lara (PSOL), também não teria reservado espaço na agenda ontem ao corpo-a-corpo nas ruas.

Novato nas urnas da Capital, Mauro Mendes aproveitou o terceiro dia de campanha para investir na cooptação de votos em seu próprio reduto – o meio empresarial. Ele percorreu pelo menos quatro empresas do Distrito Industrial ontem. Nas visitas, ele não poupou críticas ácidas ao prefeito Wilson Santos. O empresário encabeça a chapa Compromisso com Cuiabá, baseada na tríplice aliança entre PR, PT e PMDB e que conta ainda com o respaldo do PSC.

A empresários, Mendes defendeu a tese familiar de que é preciso um choque de gestão na prefeitura de Cuiabá. “Falta gestão nos serviços públicos do município. Não há comprometimento com o bem-estar da população. Infelizmente, há pessoas interessadas apenas em mostrar serviço a poucos dias das eleições”, alfinetou o candidato, durante encontro com empresários e funcionários de firmas do Distrito Industrial. Segundo a assessoria de Mendes, cerca de 300 trabalhadores estavam presentes. Ele estava acompanhado da candidata a vice, a ex-deputada e professora Vera Araújo, a Verinha (PT).

Como ‘feedback’, operários do Distrito Industrial teriam apontado a Mauro a capacidade e qualidade de atendimento no Pronto-Socorro como a principal falha da atual gestão municipal. Para Mauro, baixos salários pagos a funcionários da unidade seria a grande causa dessa situação.


Fonte: Diário de Cuiabá
JULIANA SCARDUA

Da Reportagem

437 total de vistas, 1 hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com