Cuiabá terá cerca de 8 mil empregos temporários. Atitudes garantem efetivação

Publicado por | 14/11/2010 | Sem categoria

Emprego em Cuiabá – As oportunidades de empregos temporários no final do ano podem ser uma alternativa para aqueles que estão em busca da carteira assinada. Dependendo da desenvoltura no trabalho, dos resultados alcançados e do comportamento, o que seria provisório pode se tornar permanente. Entre as qualidades mais observadas pelos chefes e empresários estão a iniciativa, liderança e bom relacionamento com clientes.
Centro de Cuiabá
Para 2010, a expectativa da Federação do Comércio de Mato Grosso, Fecomérico, é de que 8 mil postos de trabalho sejam criados no Estado, dos quais de 15% a 20% deverão ser incorporados ao quadro de funcionários da empresa. No país, a Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário (Asserttem) estima que 139 mil pessoas entrem para o mercado de trabalho neste período.
Nas lojas Avenida e Giovanna, somente em Mato Grosso, 500 pessoas devem ser contratadas entre os dias 1º e 30 de dezembro, principalmente para os cargos de vendedor, apoio e encarregado de estoque. Segundo o diretor Camilo de Leles, todos eles terão os contratos reincididos no final do ano e somente em fevereiro, quando a loja revê seu quadro e faz projeções, aqueles que melhor atuaram no período das festas serão chamados. “Em fevereiro fazemos a reavaliação e iniciamos as contratações. Dos 500, cerca de 50 devem ser recontratados”.
Na rede supermercados Compre Mais deverão ser contratados neste final do anos 8 funcionários por loja e pelo menos metade deverá ser efetivada, visto que o quadro atual é insuficiente para atender a demanda. “Temos 12 lojas e vamos ter que contratar cerca de 10% do total da atual equipe de 1,007 mil pessoas”, afirma Cláudio Marques, do departamento de Recursos Humanos.
Para o vice-presidente da Fecomécio, Roberto Peron, o funcionário interessado em permanecer na vaga após as vendas de Natal têm que ter o “CHA”, sigla que identifica aqueles que têm Conhecimento, Habilidade e Atitude. “Costumamos falar que para ficar tem que ter o “CHA”. O gerente ou proprietário está interessado naqueles que possuem um maior nível de conhecimento, habilidade e tem atitude no dia-a-dia”.
Para a psicóloga especialista em gestão empresarial, pública e de pessoas, Carla Machado, a competência comportamental é mais importante do que aparência, apresentação e até formação técnica, visto que as empresas procuram hoje pessoas com capacidade de resolver problemas e que saibam se relacionar. “É preciso estar capacitado para lidar com pessoas, e não apenas qualificado tecnicamente, até porque é mais fácil ensinar uma profissão do que uma atitude”.
Segundo Carla Machado não é preciso levar inúmeros papéis sobre cursos de formação profissional ou colocar a roupa “mais chique”, porque é maneira de se portar frente a um desafio que será levada em consideração na hora da entrevista. “Não que estar bem vestido seja ruim, pelo contrário, pode até ajudar, mas não é critério de seleção. Uma roupa se troca, o cabelo pode ser ajeitado, desde que o interessado mostre entusiasmo e vontade de trabalhar”.
Para o vice -presidente da Fecomércio, Roberto Peron, além de conhecimento, habilidade e atitude, é preciso ser pró-ativo, ter iniciativa. “Antes de contratar será avaliado como o funcionário temporário aproveitou o espaço para mostrar suas habilidades e o interesse em permanecer no trabalho”.
Comagep – Nos próximos dias 23 e 24, Cuiabá será sede do 4º Congresso Mato-Grossense sobre Gestão de Pessoal (Comagep) e deve reunir cerca de 1 mil pessoas por dia no Centro de Eventos do Pantanal. O encontro é voltado não só para profissionais que ocupam cargos na área de recursos humanos, mas para todos os líderes e chefes que lidam com pessoas e queiram melhorar a relação com o mercado, colaboradores, clientes, parceiros e fornecedores.
A psicóloga Carla Machado ressalta a importância de saber trabalhar com indivíduos e reconhecer as características de cada um. “Todos que trabalham no comando de pessoas e até mesmo os empresários têm a oportunidade de desenvolver ferramentas para apoiar os demais gestores”, afirma ao comentar que gestor é todo aquele que ocupa cargo de chefia ou lidera equipe. Segundo a psicóloga, na última edição do evento muitos agricultores participaram do Congresso e as experiências apreendidas devem ser aplicadas no relacionamento diário com os funcionários.
Devem passar pelo Comagep 24 palestrantes nacionais e internacionais em apresentações, palestras e oficinas. O Congresso é uma realização da Associação Brasileira de Recursos Humanos de Mato Grosso (ABRH-MT), instituição que dissemina conhecimento do mundo do trabalho para desenvolver pessoas e organizações, e conta com a co-realização do Grupo Gazeta de Comunicação.
Para mais informações sobre o evento basta acessar o site www.comagep.com.br ou ligar para o número (65) 3682-2522. As vagas são limitadas.
Fonte: A Gazeta

1022 total de vistas, 1 hoje

Uma Resposta para “Cuiabá terá cerca de 8 mil empregos temporários. Atitudes garantem efetivação”

  1. Comentário desenvolvido por edilson lopes em nov 21st 2013 at 17:30: Responder

    oi tenho curso de auxiliar logistica, curso de informática completo. promotor de vendas de propagandas de empresas. monitoramentos de empresas de alarmes.auxiliar de escritório.fiscal de perdas e prevençaõ. segurança do trabalho. curso da cipá cargill agricolá ltda uberlándia mg. ensino médio completo. preciso de emprego urgenti edilson lopes 065 81133963. ou 33653216. cuiabá mato grosso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com